Evolução da lavagem a seco

Evolução da lavagem a seco

Evolução da lavagem a seco

Assim como outras invenções, a lavagem a seco surgiu por acidente. Em 1855, Jean Baptiste Jolly, um francês que era proprietário de uma tinturaria, percebeu que sua toalha de mesa ficou mais limpa quando sua empregada tombou acidentalmente uma lamparina com querosene em cima dela. Então, em sua tinturaria, Jolly ofereceu um novo serviço e o chamou de “Lavagem a Seco”.

No início, as empresas de lavagem a seco usavam muitos solventes diferentes, inclusive gasolina e querosene, para limpar roupas e tecidos. Nos EUA, a indústria da lavagem a seco é relativamente nova e começou há cerca de 75 anos. Desde o fim da Segunda Guerra Mundial, os solventes sintéticos voláteis, tetracloreto de carbono e tricloroetileno, deram espaço ao produto conhecido como percloroetileno, que se tornou a escolha de uma esmagadora maioria do setor. Não somente era mais rápido e mais seguro, como também limpava muito melhor. Também precisava de equipamentos menos robustos, menos espaço e podia ser instalado em locais de lojas de varejo, oferecendo serviço rápido de qualidade.

Como resultado dessa inovação, a maioria das roupas atualmente são lavadas com percloroetileno. Uma proliferação de franquias de lavanderias e lavanderias a seco que ofereciam serviços rápidos em localizações convenientes, limpas e atraentes evoluiu para que o setor se transformasse no que vemos hoje.

Sobre o Autor

wilson administrator